Centro de Memória

09/08/2017 15:53

Centro de Memória realiza Curso Especial com o historiador Jacques Depelchin

Centro de Memória realiza Curso Especial  com o historiador Jacques Depelchin

Uma das atividades basilares do Centro de Memória da Bahia é a difusão do conhecimento histórico. Em função disso, a instituição realizará do Curso Especial Re-humanizar a memória da humanidade, nas quintas-feiras de agosto (10, 17, 24 e 31). O Curso será ministrado pelo professor e historiador, Jacques Depelchin.

As aulas acontecerão das 9h às 12h e das 14h às 17h, na Sala Luiz Orlando, 3º andar da Biblioteca Central do Estado da Bahia. As inscrições são gratuitas e online. Terão certificado os participantes com presença no mínimo de 75% no curso.

A ideia central do curso é abordar a história da humanidade como sendo a história da África. Vale ressaltar a necessidade de liberar a história da África dos equívocos que existem desde o embate/encontro entre a Europa e o continente africano.

Para isso, é obrigatório um distanciamento radical do quadro intelectual imposto direta e indiretamente pelas várias fases do capitalismo como o genocídio dos índios das Américas, escravização industrializada, colonização, apartheid e globalização.

De acordo com o professor e historiador, esse tipo de abordagem é crucial para quebrar os paradigmas atualmente dominantes e as práticas de hierarquização implícitas nas relações sociais, políticas e culturais. A reflexão que ele deixa é: “e se o capitalismo fosse um crime contra a humanidade?”.

Jacques Depelchin – O congolês estudou na Universidade Lovanium (Kinshasa), na Universidade de Londres, na Universidade Johns Hopkins na Itália e em Stanford. Além disso, Jacques Depelchin lecionou história africana e assuntos relacionados em locais como UC Berkeley, UC Santa Cruz, San Francisco State, Stanford, Siracusa e em Universidade do Congo, Moçambique e Tanzânia.

Na Bahia, o professor passou por diversas Universidades e ministrou aulas na condição de professor e pesquisador na Universidade Federal da Bahia e na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), onde foi professor visitante até 2013 quando se aposentou.

Atualmente é membro do grupo de trabalho que tem como objetivo de transliterar e traduzir textos do EgitoAntigo em idiomas Africanos e Europeus, conhecido como “Per-Ankh Publishers Cooperative”, uma Cooperativa Editora Per-Ankh, sediada em Popenguine, Senegal.

CMB - O Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA), tem como objetivo a difusão da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades públicas, bem como a realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.