Centro de Memória

11/08/2017 10:10

Conversando com a sua História pautará o Recôncavo baiano da Bahia colonial

Conversando com a sua História pautará o Recôncavo baiano da Bahia colonial

“Catolicismo, escravidão e vínculos sociais: um olhar sobre o Recôncavo baiano setecentista a partir dos testamentos dos seus moradores”. Este será o tema da próxima palestra do Conversando com a sua História, que neste mês trata da Bahia colonial. A palestra acontecerá na próxima terça-feira (15), às 17h, na Biblioteca Central do Estado da Bahia, Espaço Xisto. É aberta ao público, não é necessária inscrição.

A doutora em História pela Universidade Federal da Bahia e professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Tania Maria Pinto de Santana, será a mediadora da palestra, que é de iniciativa do Centro de Memória da Bahia. Sua principal fonte de estudos foram os testamentos, nos quais analisou os legados e esmolas deixados pelos testadores para diferentes sujeitos e instituições.

Na palestra, a professora pretende analisar como a escolha dos destinatários destas doações foi influenciada pelas relações sociais e pelos vínculos interpessoais estabelecidos na comunidade local onde eles estavam inseridos. Ela também vai discutir como estas relações foram fortemente marcadas pela escravidão e pela paróquia – instituição em torno da qual se organizou a vida comunitária na sociedade colonial.

Confira aqui toda programação de agosto.

CMB - O Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA), tem como objetivo a difusão da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades públicas, bem como a realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.