Bibliotecas

10/01/2018 10:23

#FPCem2017 Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

As Bibliotecas tem um grande papel social. Tendo como objetivo a democratização ao acesso, a informação e a preservação da memória local, esses espaços são locais de cultura e lazer e nesse ano (2017), as Bibliotecas Públicas do estado da Bahia receberam 95.355 pessoas.

#FPCem2017 Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

Crianças se divertem com a leitura na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (Foto: Nerivaldo Goés)

Infantil - Incentivar a criança a criar o hábito pela leitura é essencial para o desenvolvimento dela, pois estimula a criatividade, melhora o desenvolvimento escolar e a escrita, além de adquirir uma bagagem cultural. E foi o Setor Infantil um dos mais procurados nas unidades. A Contação de História está entre as ferramentas para auxiliar as crianças a pegar o gosto pela leitura, e as atividades a Hora do conto e as peças teatrais, realizadas respectivamente nas Bibliotecas Juracy Magalhães Júnior (ITA) e Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML) foram destaques entre as crianças.

#FPCem2017 Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

Biblioteca Anísio Teixeira é referência no atendimento ao público surdo (Foto: FPC)

Acessibilidade - Referência no atendimento ao público surdo, o Setor de Atendimento à Criança e ao Adolescente Surdo (SACAS), da Biblioteca Anísio Teixeira também foi destaque do ano, estando entre os setores mais procurados entre as Bibliotecas. No espaço são desenvolvidas atividades de leitura e pesquisa em libras, cursos, bate-papo interativo com profissionais, intérpretes e instrutores, tendo como objetivo facilitar a inclusão do surdo na sociedade. A Biblioteca Anísio Teixeira teve um público de 1.813 pessoas em 2017.

#FPCem2017 Bibliotecas Públicas Estaduais reúnem mais de 95 mil leitores em 2017

Mais de 28 mil títulos foram emprestados em 2017 (Foto: Rosilda Cruz)

Empréstimos - O Setor de empréstimo também está entre os mais procurados. Foram emprestados ao longo do ano 28.327 títulos, sendo as obras O Diário de um Banana, de Jeff Kinney, Tenda dos Milagres, de Jorge Amado, Além de Estar: Antologia Poética, de Helena Parente Cunha e Harry Potter e a Câmera Secreta, de J. K. Rowling, estão entre os mais buscados pelo público. Com 7.813 títulos emprestados A Biblioteca Central do Estado da Bahia, localizada no bairro dos Barris foi a campeã nesse quesito, sendo também a quem recebeu o maior público; 32.904 pessoas.

Para locar um título basta ir ao setor de empréstimo de uma das Unidades e realizar o cadastro, que é feito com a apresentação de um documento oficial com foto e comprovante de residência.

Maior visitação - Uma das maiores conquistas das Unidades foi o aumento de público, em comparação com os dados de 2016, o crescimento chega a 22 mil pessoas. Passaram pelas Bibliotecas Infantil Monteiro Lobato, 20.549 pessoas, na Pública Thales de Azevedo foram 8.734 pessoas, já na Juracy Magalhães Júnior (SSA) os números chegaram a 8.500 pessoas, na Juracy Magalhães Jr. (ITA), 3.667.

As ações realizadas em comunidades de Salvador e no interior do estado, além das participações nos Festivais Culturais, a Biblioteca de Extensão, a unidade móvel da Fundação Pedro Calmon, alcançou 12.681 pessoas. Destaques para as participações nas Festas Literárias Internacionais, realizadas em Cachoeira e no Pelourinho, Poesia, Contos e Encantos em Porto de Sauipe que juntas reuniram 7.464 pessoas.

*Os dados foram contabilizados entre sete de janeiro a 19 de dezembro.

 

 
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.