Arquivos

02/02/2018 09:50

Começou o ciclo de debates: Governança e Arquivos do Arquivo Publico do Estado da Bahia

Começou o ciclo de debates: Governança e Arquivos do Arquivo Publico do Estado da Bahia

Fotos: Leandro Lima

Aconteceu, na terça-feira (30) no auditório do Arquivo Publico do Estado da Bahia (APEB) o Ciclo de Debates: Governança e Arquivos. O primeiro tema de  debate foi Governança Arquivística: Cenários e perspectivas, ministrada pelo Doutor José Maria Jardim, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO) e pesquisador de Produtividade em Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Começou o ciclo de debates: Governança e Arquivos do Arquivo Publico do Estado da Bahia

O Diretor Geral da Fundação Pedro Calmon, Zulu Araújo, abriu o Ciclo de Debates, e destacou que tal iniciativa tem por objetivo inserir os Arquivos na agenda da administração pública estadual. A Diretora do APEB, Teresa Matos, ressaltou que tem a convicção de que a melhoria da governança pública nos municípios, nos estados e na União, é o grande desafio do Brasil. Uma premissa para que sejam superados os demais desafios atrelados à atuação do Estado, ao qual a Constituição de 1988 atribuiu um conjunto de tarefas nos campos político, econômico e social.


O Professor Jardim é referência obrigatória na área de Arquivologia, em âmbito nacional e internacional e aproveitou a oportunidade para relatar sobre a importância da pesquisa sobre governança arquivista. Segundo Jardim “a governança amplia os modelos de gestão tradicionais porque contemplam agentes e processos diversos e complexos que impactam as organizações, especialmente num ambiente de mudanças culturais, econômicas e especialmente tecnológicas”.


No universo do setor público, a complexidade dessas mudanças varia de um país para outro, mas de acordo com o professor há um elemento comum: “novas e variadas demandas sociais, associadas a um cenário histórico com presença crescente das tecnologias informacionais a suscitar novas possibilidades para a atuação do Estado e do cidadão, bem como para a relação democrática entre ambos”, relatou Jardim.


“A informação, produção, fluxos e usos estão no epicentro e é ao mesmo tempo, um aspecto que acirra essas mudanças. A governança requer ações, por parte do setor público, que estejam à altura dessas transformações, especialmente no contexto democrático. Os Arquivos Públicos e os documentos de arquivos são fundamentais para que essas informações favoreçam a boa governança, ao mesmo tempo em que são também, objetos da governança”, concluiu.


Começou o ciclo de debates: Governança e Arquivos do Arquivo Publico do Estado da Bahia

O Ciclo de Debates reúne uma série de 4 conferências sobre aspectos relevantes da gestão de documentos, a ser proferida uma a cada mês.


Em fevereiro, no dia 27 as 14h30, será realizada a conferência “O Espaço da Avaliação de Documentos Arquivísticos” por Adriana Sousa Silva, Arquivista, Coordenadora de Arquivos Intermediários do APEB/FPC/SecultBa. Seguida da apresentação de um relato de experiência na Secretaria Estadual de Saúde do Estado da Bahia, pelo Arquivista, Djalma Vieira.


Em março, no dia 27 as 14h30 está prevista a conferência “A Preservação da Memória nos Arquivos”, a ser proferida pela Doutora Alicia Duhá Lose, Professora Associada da UFBA. Seguida da apresentação de um relato de experiência da Coordenação de Documentação e Memória do Subcomando Geral da Policia Militar da Bahia, pelo Major Raimundo Marins.


Em abril, no dia 24 as 14h30 será realizada a conferência “A Lei de Acesso à Informação e o Direito de Acesso” pela Doutora em Ciência da Informação, Francisca Mattos. Seguida da apresentação de um relato de experiência da Ouvidoria Geral do Estado da Bahia, pelo Doutor José Maria Dutra, Ouvidor Geral.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.