Bibliotecas

12/06/2018 15:00

Parceria entre Apae e biblioteca tem frutos artísticos e culturais

Parceria entre Apae e biblioteca tem frutos artísticos e culturais
Fotos: ASCOM/FPC


Com arte, cultura, alegria, zabumba, triângulo e pandeiro a tarde desta terça-feira (12) na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (BIML/Nazaré) foi regada a música com a Banda Opaxorô. O grupo é formado por músicos com deficiência intelectual da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

No clima junino, o show Danado de Bom – Uma Homenagem ao Rei do Baião é composto por um repertório em homenagem a Luiz Gonzaga e foi apresentado para o público presente na biblioteca. Cristiane Reis que esteve no show é mãe de um aluno da Escola de Teatro da BIML e para ela, “a biblioteca está de parabéns, pois realiza atividades fundamentais para a sociedade e para o desenvolvimento das crianças”, afirmou Cristiane.

A apresentação é resultado do trabalho desenvolvido no Centro de Artes da APAE Salvador com o objetivo de valorizar a cultura inclusiva, reconhecendo a arte como um vetor de desenvolvimento humano. O centro busca mostrar a comunidade um outro olhar sobre a condição da pessoa com deficiência.

Segundo o professor de música e regente da banda, Ubiratan Assis, “esse é o resultado de um trabalho diário que envolve técnicas e formação de cidadania para quebrarmos as barreiras e os preconceitos da sociedade”, destacou Assis. Ainda de acordo com ele, o Grupo Opaxorô tem 20 anos de existência com diversos espetáculos produzidos “e estar na biblioteca é uma troca, pois os integrantes têm contato com a leitura e proporcionamos uma atividade de lazer para as pessoas que frequentam o espaço”, acrescentou Ubiratan. A banda já se apresentou em diversos lugares do Brasil e até na Inglaterra, nas Olimpíadas de 2012.

A Biblioteca Infantil Monteiro Lobato é órgão da Fundação Pedro Calmon que é ligada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA) e a Apae Salvador é uma Organização Social filantrópica, sem fins lucrativos, que tem a finalidade de prestar assistência integral às pessoas com deficiência intelectual. Para a diretora da BIML, Patrícia Porto, “a parceria já tem um ano e a proposta é trabalhar a inclusão. O grupo tem um trabalho vasto e com isso damos a oportunidade deles se apresentarem para a sociedade e somos contemplados com o espetáculo”, disse ela.

Parceria entre Apae e biblioteca tem frutos artísticos e culturais Parceria entre Apae e biblioteca tem frutos artísticos e culturais

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.