Centro de Memória

06/10/2021 15:20

#CSHEspecial: Live aprofundou vivências de famílias sertanejas na Bahia

cmb

Com o tema Genealogias do Sertão, o Centro de Memória da Bahia realizou mais uma edição especial do Conversando com a sua História. A transmissão aconteceu na última terça-feira (5) e recebeu Tiago José Soares Silva, graduando em Engenharia da Computação, pesquisador e autor do projeto Genealogias do Sertão da Bahia. Tiago lançou em formato e-book o dicionário biográfico sobre a primeira geração da família de cada um dos pioneiros e pioneiras do sertão baiano.

O livro documental visa resgatar e aprofundar as vivências de famílias sertanejas através de genealogias. De acordo com o autor, ampliar as fontes e os contatos foi extremamente necessário para a realização do projeto. “Professores e arquivos, especialmente o de Rio de Contas, foram essenciais para a pesquisa”, destaca Tiago, que foi contemplado na categoria Memória do edital Prêmio Fundação Pedro Calmon do Programa Aldir Blanc Bahia.

A premiação também tem por finalidade preservar e divulgar o acervo documental, contemplou outros 107 projetos do campo da memória. Neste sentido, o Centro de de Memória da Bahia, unidade da  Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBa) vem realizando desde junho, dois encontros especiais por mês do projeto Conversando com a sua História com alguns dos trabalhos contemplados na categoria Memória, do Prêmio Fundação Pedro Calmon.

Estes encontros,  para além de ampliar o debate, publicizam os conteúdos e fomentam a pesquisa do campo da história e memória. Parafraseando Walter Silva, mediador do encontro e diretor do Centro de Memória, “contribuições e publicações como a de Tiago são de extrema importância para os avanços e desenvolvimento da história baiana, assim, é muito comum percebermos memorialistas em diversos municípios que fazem levantamento de fontes primárias e produzem um conteúdo necessário para a compreensão das genealogias”.

As lives do Conversado com a sua História estão previstas para encerrarem nesse mês de outubro, dessa forma, falta apenas um encontro que acontecerá no dia 19. As transmissões são transmitidas na página do Youtube da Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBa), assim, todas ocorreram virtualmente, como medida preventiva da pandemia provocada pelo COVID-19.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.