Programação Cultural 2020 | Leituras Acessíveis

142


PROJETO LEITURAS ACESSÍVEIS 



 


FALANDO SOBRE 


Morre Luiza Câmara, ativista por direitos das pessoas com ...

Foto: Correio da Bahia



Maria Luiza Costa Câmara

“Nenhum direito a menos”

Maria Luiza Câmara, nascida em Itabuna – BA, ainda quando criança foi diagnosticada com a doença de Still – autoimune, que gera inflamações no corpo, desgastes progressivos nas articulações – e perdeu o movimento nas pernas. Bibliotecária de formação, Luiza tinha uma frase do médico Aloysio Campos da Paz, fundador da Rede Nacional  de hospitais que disse a ela  “ o corpo não sustenta sua cabeça” que serviu como mantra na sua jornada pela causa  do movimento da pessoa com deficiência.

Mãe de Bárbara e Betânia, Luiza, funda em 1980 a Associação Baiana de Deficientes Físicos (Abadef). Maria Luiza Câmara era uma ativista incansável pela luta dos portadores de deficiência. Durante sua primeira entrevista em Brasília, para o Jornal Correio Braziliense pronunciou a frase: “Somos autoridade em dificuldade”. Essa frase transformou-se em uma marca da sua trajetória de luta.

Em 2015, recebeu a Comenda Dorina de Gouvêa Nowill, concedida pelo Senado Federal (SF). Recebeu a Medalha de mérito do Ministério Público da Bahia, Representou o Brasil em Washington – USA e Oaxaca – México na Comissão de Mulheres com Deficiência.

Publicou o livro Não se cria filho com as pernas, O livro nasceu a partir de questionamentos das pessoas sobre como criava suas filhas sendo deficiente. Outro livro publicado por Luiza Câmara foi Mulher da vida, em  sua homenagem, mulher, mãe e militante pela inclusão social dos portadores de deficiência.

Durante a Conferência Nacional de Saúde das Mulheres, realizada em, esse evento contou com a participação de muitas mulheres de vários matizes sociais. Oportunamente, Luiza declarou  “As mulheres com deficiência, que são de vários tipos, são avaliadas, em pleno século 21, por suas condições físicas. Eu diria que somos um dos grupos mais discriminados”,

Há 24 anos fundou o Bloco Carnavalesco Me Deixe à Vontade, levando a temática da inclusão social ao Carnaval da cidade do Salvador.

Faleceu aos 75 anos, em Salvador, no dia 19\08\2020.


C:\Users\jailt\OneDrive\Imagens\marialuizacamara.jpg

Maria Luiza Câmara

 Clique Aqui (VÍDEO)



A Importância do Setor Braille 


C:\Users\jailt\OneDrive\Imagens\thumbnail.jpg


A Biblioteca Pública do Estado da Bahia – BCEB, possui o Setor de Braille, que disponibiliza um ambiente de acervo de pesquisa online, empréstimos de livros falado, transcrição, gravações em cd’s e dvd’s , impressão e digitação e dentre outros serviços ofertados para às pessoas cegas.  

A usuária Cristina Gonçalves (vídeo) relata a importância da acessibilidade que o serviço de Braille é fornecido aos frequentadores, tendo ao alcance à literatura, que possibilita cultura e educação, assegurando o empoderamento ao seu público, descobrindo a alfabetização e o interesse pela leitura. Cristina Gonçalves reitera que um grande número de usuários já tiveram suas vidas transformadas, pois esse espaço os tira da invisibilidade.  


Convidada. Cristina Gonçalves

Clique Aqui (VÍDEO) 




TOUR

SETOR BRAILLE  DA BIBLIOTECA CENTRAL DO ESTADO DA BAHIA


O Setor Braille foi criado em 1970, com a finalidade de prestar atendimento às pessoas com deficiência visual das mais variadas posições sociais, com a ajuda dos Voluntários Copistas e Ledores para Cegos. A Associação fundada por Henriqueta Catharino, que, há mais de 54 anos, vem contribuindo de forma significativa, seja copiando texto, gravando em fita, promovendo palestras, cursos, bazares e ensinando o método da escrita em Braille, além de disponibilizar equipamentos de tecnologia assistiva, contribuindo para inclusão social desse importante segmento.


Narração: Wilton Ribeiro

Clique Aqui (VÍDEO)  




LIBRAS: LÍNGUA DE SINAIS


Por que é errado rir das expressões faciais dos intérpretes de ...


Libras é a sigla da Língua Brasileira de Sinais, uma língua de modalidade gestual-visual onde é possível se comunicar através de gestos, expressões faciais e corporais. É considerada uma língua oficial do Brasil desde 24 de Abril de 2002, através da Lei nº 10.436.


Narração Jamilia Tavares

Clique Aqui (VÍDEO)  




VÍDEO ENTREVISTA



C:\Users\jailt\OneDrive\Imagens\thumbnail (3).jpg


Roberta Gonçalves dos Santos – Psicóloga



O Atendimento Educacional especializado é um serviço da educação especial que identifica, elabora, e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, que eliminem as barreiras para a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas


C:\Users\jailt\OneDrive\Imagens\download (2).jpg



Convidada. Roberta Gonçalves dos Santos – Psicóloga

Clique Aqui (VÍDEO)  



CONTAÇÃO DE HISTÓRIA 

VIRTUAL


Um mistério a resolver O mundo das bocas mexedeiras. Autoras.  Maria Amin, Maria Lucia  e Ozana Vera.

 Ana, uma menina com um grande mistério a resolver: por que quando as pessoas ao seu redor mexem a boca conseguem o que querem, seja na escola, seja na padaria, seja no mercado, e ela mexe a boca do mesmo jeito e ninguém a compreende?

Um mistério a resolver: O mundo das bocas mexedeiras - porsinal ...

Convidados: Josiane Borges – Professora da APADA

Narrador em Libras e Intérprete: Uerbson Coutinho. Professor  da APADA


Clique Aqui (VÍDEO)  



OFICINA  VIRTUAL


Jogo da Memória. Adaptado para deficientes visuais 


O jogo da memória é um clássico formado por peças apresentando uma figura em um dos lados. Cada figura se repete em duas peças com relevos diferentes.


Narração: Celise Polti

Clique Aqui (VÍDEO)  



DICAS DE LEITURA

INFANTIS



Tudo Bem Ser Diferente. Autor: Todd Par.


O escritor e ilustrador norte-americano de literatura infantil Todd Par, destaca em sua obra a questão da diversidade, abordando assuntos como adoção, separação, deficiência e preconceito racial de maneira divertida.



Tudo bem ser diferente | Amazon.com.br



Esta é Sílvia. Autores: Jeanne Willis e Tony Ross


Sílvia é uma menina que faz cara feia e bonita, canta, brinca de gangorra e de pirata com a mamãe, faz travessuras, fica de castigo, dança com o vovô e cavalga com o papai, nada como um peixe... e tudo em uma cadeira de rodas.


Esta e silvia 




Diferentes Somos Todos. Autora: Alina Primam


Carminha ganha uma bolsa de estudos em uma escola particular, onde se sente excluída. Quando encontra Laura, descobre que elas têm algo em comum: irmãos com síndrome de Dom. Juntas, elas resolvem lutar pela inclusão das crianças e resgatam valores importantes, como companheirismo e respeito pelas diferenças.



DIFERENTES SOMOS TODOS - 1ªED.(2005) - Alina Perlman - Livro

João, preste atenção! Autora: Patrícia Secco


João estava muito feliz. Ele havia passado de ano. E com notas boas! Com nove anos completos, João tem dificuldades de aprendizado.  Foi só no meio do ano que uma psicóloga, amiga de sua mãe, começou a ajudá-lo. Ela conseguiu fazer com que todos compreendessem melhor as dificuldades de João.  O distúrbio que João apresenta a dislexia, não impede que ele tenha uma vida escolar normal, apenas requer atenção especial, amizade e apoio dos pais e professores.


Link PDF


João, preste Atenção! - Patrícia Secco PDF Grátis | Baixe Livros




DICAS DE LEITURA


Educação inclusiva: o professor mediando para a vida. Autora: Cristiane T. Sampaio e Sônia Maria R. Sampaio


O livro discute educação, exclusão social, direitos humanos, a realidade das pessoas com deficiência e o papel da escola neste cenário. Um capítulo de Contextualização conceitua as ideias de deficiência, inclusão versus integração, educação inclusiva e formação do professor. 




Capa


Educação inclusiva: o que o professor tem a ver com isso?. Autora: Marta Gil



Este livro nasceu das  experiências, conhecimentos e informações acerca da educação inclusiva, na esperança de oferecer sugestões e ideias, expandir horizontes e possibilidades, construído gradualmente por professores, estudantes e estudiosos afins.





http://lojasaraiva.vteximg.com.br/arquivos/ids/2085645/216382.jpg?v=637007082235430000



Recomendar esta página via e-mail: