Livro e Leitura

14/06/2018 14:54

Festa Literária de Ilhéus marca programação cultural da região Sul da Bahia

Ilheus
(FOTO: ASCOM/FPC)
Com o objetivo de ressaltar a importância da escrita e da leitura para a formação de cidadãos conscientes dos plenos direitos da sociedade, a Festa Literária de Ilhéus cumpriu seu papel em proporcionar três dias de atividades nessa área. O evento aconteceu de 16 a 18 de maio na cidade de Ilhéus/BA, com o tema “Leituras Democráticas: Juventudes, Livros e Zaps”.

Jornalista“Foi um marco na promoção do livro, da leitura e da escrita para a região sul da Bahia, uma vez que o tema não apenas atendeu as expectativas de incluir os jovens, mas encantou a todos que participaram”, disse o diretor geral da Fundação Pedro Calmon (FPC), Zulu Araújo. Ainda segundo ele, “a jornalista Elisa Lucinda, desde o primeiro dia, de forma magistral, fez com que todos compreendessem a importância da leitura e da escrita para que os cidadãos tenham conhecimento pelos seus direitos plenos na sociedade”, acrescentou.

A Fundação, visando o cumprimento de sua missão, foi parceira da organização do evento e realizou um conjunto de atividades e serviços para que as pessoas tivessem acesso a conteúdos que estimulassem “ao mundo da leitura e da escrita”. A Biblioteca Móvel (Bibex/FPC) foi uma dessas programações que acolheu centenas de crianças com espetáculos infantis, contação de histórias, entre outras ações que envolveram o público infantil de diversas idades.

Foram realizados bate-papos que mostraram a realidade das mulheres negras que usam da literatura como ferramenta de libertação, como também o debate com André Sobrinho, do Canal Futura, e Tiago Ansel, do Programa Vidas Negras, das Organizações das Nações Unidas (ONU), a qual abordou o tema Juventude Negra: Pelo Direito à Vida. Para Zulu, “foi um momento riquíssimo para que todos possam entendem que a juventude negra precisa ser preservada”, afirmou.

Bate-papoBate-papo

Durante todos os dias a Biblioteca Municipal Adonias Filho recebeu cerca de 3.000 mil pessoas que foram conferir as exposições do IV Concursos para Escritores Escolares e a exibição do projeto Memórias de Leitura, da Diretoria do Livro e da Leitura (DLL/FPC), que expôs os textos vencedores de alunos de escolas da Bahia e depoimentos de diversas pessoas sobre o impacto da leitura em sua vida, respectivamente.

IlhéusOutro momento importante, que fez parte do encerramento, foi O Violão e A Palavra que teve o intuito de proporcionar um diálogo entre a palavra e a música. O projeto contou com a participação do escritor Saulo Dourado e da cantora Márcia Short.

Cerca de 5.500 pessoas estiveram presentes nessa Festa Literária que é um mecanismo de inclusão social e formação cidadã para o exercício da defesa de seus direitos. A parceria da FPC foi em conjunto com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), da Secretaria de Cultura do Município e da Academia de Letras de Ilhéus.



Diretoria - Vinculada à Fundação Pedro Calmon/SecultBA, a Diretoria do Livro e Leitura (DLL) é responsável pela execução e implementação das políticas públicas de fomento ao livro e estímulo à leitura. Está em seus objetivos incentivar a prática da leitura, promovendo eventos do setor, como leituras públicas com autores, oficinas de leitura, seminários, feiras, palestras e conferências sobre obras, autores e tópicos importantes da Literatura. Também compete à DLL a promoção do livro, fomentando a produção editorial, elaborando prêmios literários e editais que proporcionem às editoras o acesso a recursos públicos que permitam às mesmas aumentar e diversificar a produção de livros no Estado, dentre outras ações que integram os objetivos do Plano Estadual do Livro e Leitura (PELL).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.