Centro de Memória

04/07/2018 17:50

Conversando com sua História debate Estado contra o povo na Guerra de Canudos

CSH

A Guerra de Canudos foi o confronto entre o Exército Brasileiro e os integrantes de um movimento popular liderado por Antônio Conselheiro. A ação ocorreu no final do século XIX, na comunidade de Canudos, interior do Estado da Bahia, no nordeste do Brasil.

O Conversando com a sua História desse mês de julho é sobre Movimentos Sociais na Bahia e, na terça-feira (17), será debatido o tema Canudos: o Estado contra o povo, ministrado pelo procurador do Estado de Pernambuco, Manuel Neto.

A região, na época, era caracterizada por latifúndios improdutivos e o momento político era uma grave crise econômica e social. Sendo assim, milhares de sertanejos partiram para Canudos em busca de trabalhar para ter melhores condições socioeconômicas. Porém, os grandes fazendeiros da região, unindo-se à Igreja, iniciaram um forte grupo de pressão junto à República recém-instaurada, pedindo que fossem tomadas providências contra Antônio Conselheiro e seus seguidores.

Na cidade ouviam-se rumores que Canudos se armava para atacar cidades vizinhas e partir em direção à capital para depor o governo republicano e reinstalar a Monarquia. Apesar de não haver nenhuma prova para estes rumores, o Exército foi mandado para Canudos e foi derrotado três vezes pelos sertanejos.

Isso apavorou a opinião pública que exigiu a destruição do arraial com o massacre de, aproximadamente, 20.000 ex-escravos, indígenas, pequenos lavradores, entre outros, desassistidos pelo Estado. Além disso, cerca de cinco mil militares morreram no combate. Com isso, a guerra terminou com a destruição total de Canudos e a degola de muitos prisioneiros de guerra, assim como o incêndio de todas as casas do arraial.

A palestra, que se inicia às 17h, no foyer da Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris), é uma realização do Centro de Memória da Bahia (CMB), órgão da Fundação Pedro Calmon (FPC), que é ligada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA).

Sobre o palestrante - Manuel Neto possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Pós-Graduação em Direito do Estado. Atualmente, é procurador do Estado de Pernambuco e tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Público.

CMB - O Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA), tem como objetivo a difusão da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades públicas, bem como a realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.

Serviço
O que: Conversando com sua História debate Estado X Povo na Guerra de Canudos;
Onde: Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris);
Quando: Terça-feira, 17 de julho, às 17h.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.