Centro de Memória

05/07/2018 14:20

Conversando com a sua História debate reivindicações de professores municipais em 1918 comparando com a contemporaneidade

Conversando com a sua História debate reivindicações de professores municipais em 1918 comparando com a contemporaneidade

Com a temática Movimentos Sociais na Bahia, o Conversando com a sua História da terça-feira (24) terá a palestra Professorado municipal de Salvador: queixas, crise e greve (1912-1918), ministrado pelo historiador Fabiano Moreira da Silva.


O tema trata sobre os professores do ensino primário público da cidade de Salvador, o professorado municipal, como eram denominados durante a Primeira República na cidade baiana. O objetivo é abordar essa classe como um grupo que protagonizou ações reivindicatórias e que esteve no âmago dos embates que envolveram grupos políticos, a partir de 1912, com a chegada de José Joaquim Seabra ao governo da Bahia e a sua influência na administração municipal.


A palestra que inicia às 17h, no foyer da Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris) terá como foco a situação precária do ensino primário em Salvador, a relação dos professores com as autoridades públicas, as queixas do professorado, as dificuldades financeiras da cidade, as ações dos professores na defesa dos seus interesses, suas estratégias de mobilização e solidariedade, assim como a greve inédita no ano 1918.


A atividade é uma realização do Centro de Memória da Bahia (CMB), órgão da Fundação Pedro Calmon (FPC), que é ligada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA). Para o coordenador de pesquisa do CMB, Walter Silva, “é importante discutir esse assunto, pois relembra os 100 anos dessa luta trabalhista, uma vez que é uma pauta cotidiana da classe”, disse Silva. Ainda segundo ele, “é necessário entender a forma de atuação daqueles professores na luta pelas suas reivindicações para estabelecer um contraponto com as lutas da contemporaneidade”, acrescentou.


Sobre o palestrante - Fabiano Moreira da Silva é mestre em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e licenciado em História pela mesma universidade.


CMB - O Centro de Memória da Bahia (CMB), unidade da Fundação Pedro Calmon/Secretaria de Cultura do Estado (FPC/SecultBA), tem como objetivo a difusão da história da Bahia, através da preservação e ordenação de arquivos privados e personalidades públicas, bem como a realização de exposições, seminários e cursos de formação gratuitos. Entre suas funções, é responsável pelo Memorial dos Governadores Republicanos da Bahia (MGRB), localizado no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador.


Serviço
O que: Conversando com a sua História debate reivindicações de professores municipais em 1918 comparando com a contemporaneidade;
Onde: Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris);
Quando: Terça-feira, 24 de julho, às 17h.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.