Arquivos

16/01/2019 16:30

Atendimento no Arquivo Público do Estado da Bahia está suspenso para execução de obra

1

A partir de amanhã, quinta-feira, 17/01, o atendimento ao público no Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) está suspenso por conta das obras de restauração e requalificação do Solar da Quinta do Tanque, sede do APEB. A Ordem de Serviço para reforma foi assinada em 13 de dezembro de 2018 e prevê serviços da edificação no valor de R$ 2.301.585,96.

Esta obra contempla a terceira etapa da intervenção iniciada em 2012 no APEB, que segundo a diretora, Teresa Matos, “é um investimento necessário para qualificar a preservação e o acesso a dois patrimônios de imensurável significado e importância – o documental e o arquitetônico”, informou a diretora.

Em 2012, na primeira etapa, foi realizada a requalificação do sistema elétrico, lógico e telefônico, no valor de R$ 652.805,00. Em 2014, executou-se a restauração do telhado, do forro e do assoalho, no valor de R$ 2.164.808,00.

Nesta etapa de 2019, será realizada a construção de anexo para refeitório, depósitos e sanitários com instalações hidrossanitárias e elétrica; instalação de circuito fechado de TV; pintura geral; restauro de todas as janelas e portas; reforma dos sanitários; iluminação externa; comunicação visual; restauração dos elementos arquitetônicos; restauração de bens artísticos móveis e integrados; revisão na estrutura, cobertura e piso; e instalações mecânicas, como elevador de acessibilidade e monta carga.

A empresa licitada é a Marsou Engenharia Eirelli, que atua desde 1996 na área de construção civil e tem expertise em restauração do patrimônio histórico. As obras iniciaram neste mês de janeiro de 2019 e a execução é de aproximadamente 270 dias.

Devido ao trabalho, em execução, está suspenso, em caráter temporário, o atendimento presencial e à distância, assim como as visitas educativas e técnicas, ficando disponíveis apenas as salas de Consulta de Manuscritos e Impressos e Consulta de Microfilmes que, também, terão atendimentos suspensos em 04 de fevereiro de 2019.

O término das suspensões aos atendimentos, assim como antecipação ou prorrogação, dependerá do cronograma a ser definido pela empresa executora das obras. O APEB, unidade da Fundação Pedro Calmon (FPC) é considerado a segunda instituição arquivista pública mais importante do país. Em primeiro lugar destaca-se o Arquivo Nacional do Brasil, vinculado ao Ministério da Justiça.

Portaria nº 007/2019, baixe aqui.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.