Arquivos

15/01/2020 17:00

Sede do Arquivo Público do Estado da Bahia passa por melhorias

Visando restaurar e requalificar sua sede, o Solar da Quinta do Tanque, o Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB) está em reforma desde janeiro de 2019. Tereza Matos, diretora da unidade, considera a obra “um investimento importante para a preservação do patrimônio histórico e cultural do estado”.

 

Proporcionada por um investimento de 3 milhões de reais, obtidos pela Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBA) junto ao antigo Ministério da Cultura, a reforma é resultado de uma reivindicação da sociedade. Pós-doutor em antropologia, Vilson Caetano escreveu o livro Corujebó, que trata sobre a intolerância religiosa entre 1938 e 1976, através das pesquisas realizadas no APEB. Para o pesquisador, que considera o Arquivo uma casa para a comunidade cientifica, a obra é uma forma de minimizar problemas, “a fim de dar mais condições de trabalho aos funcionários, aos pesquisadores e a comunidade em geral”.

Melhorias - Após a reforma, o Arquivo Público, que completa 130 anos no dia 16 de janeiro, terá pisos novos e com alta resistência estrutural e de carga; paredes claras, o que proporciona isolamento contra o calor e umidade, além de facilitar a limpeza e preservação do ambiente; instalação elétrica revisada; instalação de rampa, elevador e toaletes acessíveis, visando melhorar o acesso das pessoas com deficiência e/ou necessidade específica; um monta carga para transporte de documentos, com o objetivo de adequar o imóvel a finalidade da instituição; entre outras melhorias.

 

Tereza ainda considera que o investimento possibilita ampliar o acesso ao arquivo “com equidade a todos os cidadãos”. Além de demonstrar “a potência da instituição em realizar mais e cada vez melhor suas atividades de maneira acessível e participativa”. 



O Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB), localizada na Baixa de Quintas, oferece atendimento presencial e à distância, emissão de certidões, visitas monitoradas, gestão de documentos e orientação técnica aos arquivos públicos municipais, além de palestras, ciclos de debates, visitas guiadas, base de dados para pesquisadores. O Arquivo Público reúne documentos textuais, manuscritos e impressos, produzidos no período Colonial, Monárquico e Republicano.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.